Documentário Clara Nunes: A guerreira mineira em Clara Estrela.

Compartilhe:

Clara Nunes, a cantora revolucionária mineira, conhecida por vários nomes como: a “Guerreira”, “Mestiça Mística”, “Sabiá”, dentre outros, foi uma artista feminina que fundiu a cultura brasileira com a afro-brasileira após se converter à umbanda. 

Encantou o Brasil e o mundo a fora com sua arte, individualidade, carisma e ritmos. Além de enfrentar o tabu de mulheres venderem discos, lutar pelo feminismo e pela liberdade religiosa. Clara Estrela é o nome dado ao seu documentário onde conta de maneira delicada sua trajetória artística.

Os diretores Rodrigo Alzuguir e Susanna Lira dirigem o filme com falas da própria Clara, e partes através da narração da atriz Dira Paes. Clara Estrela nos imerge em um lugar profundo de suas memórias, dramas e sucessos, no qual nenhum registro sobre ela tenha sido feito.

A pequena grande mulher que nasceu em um lugar humilde na cidade mineira de Paraopeba. Filha mais nova de 7 irmãos, e logo depois órfã de seus pais Manuel Pereira de Araújo e Amélia Gonçalves Nunes, se tornou operária aos 13 anos.

A mineira que cantava ladainhas em latim no coro da igreja, num piscar de olhos se transformou numa artista de sucesso com um brilho particular e um universo místico. A guerreira Clara Nunes, explodiu em milhares de lugares com sua alegria e luz, espalhando com suas canções chamadas muitas vezes de “armas” pela própria cantora, no qual o palco era seu campo de batalha para se expressar, assim lutando pelo o que acreditava. 

Documentário Clara Nunes
Capa do documentário Clara Nunes

No decorrer do documentário, conta-se suas histórias e dificuldades em sua chegada ao Rio de Janeiro. Suas participações em diversos programas de TV e rádio, reunidos com entrevistas e apresentações.

Em seus 40 anos de carreira Clara passou por diversos gêneros musicais. Entre baladas românticas, MPB, Forró, até se render ao seu amado Samba. Com sucessos aclamados como Morena de Angola, Você passa e eu acho Graça, A deusa dos Orixás, O mar Serenou, dentre muitos outros.

Clara Nunes viveu até os seus 40 anos e veio a falecer por conta de complicações em uma cirurgia de varizes, mas nunca deixou de ser esquecida por seus fãs. Recordada até hoje como uma das maiores artistas da história da música brasileira. Por trás de suas performances, a sua essência e arte ficaram marcados em Clara Estrela.

O documentário pode ser assistido na plataforma brasileira de streaming Tamanduá TV, no qual há diversos conteúdos sobre arte, cinema, música, teatro e muitos outros. 

ESCUTA AÍ!


Compartilhe: